ANÁLISE DO PERFIL MOTIVACIONAL DOS PRATICANTES DE ORIENTAÇÃO E COMPARAÇÃO ENTRE PORTUGUESES E ESTRANGEIROS

L. Coelho, M. Barroso

Resumen


As razões que determinam os motivos para a prática de um Desporto, constitui um dos grandes temas da investigação em psicologia do desporto, desde os anos 80 e 90 (Harwood & Biddle, 2002).
A orientação enquanto atividade desportiva pode ser definida como a capacidade de localizar lugares, e com recurso a um mapa, escolher um trajeto, que geralmente ocorre em floresta ou em meio urbano (Eccles, 2006). Existe uma forte ligação ao turismo pela necessidade de deslocação e estadia fora da área de residência, para a realização das competições (Cych, Krompiewska, & Machowska, 2011). A orientação desportiva pode ser um desafio competitivo individual e/ou uma atividade em família, fazendo parte do envolvimento desta modalidade um ambiente familiar.   
Objetivo: Caracterizar o perfil motivacional dos praticantes da modalidade de Orientação e comparar os resultados entre portugueses (PT) e estrangeiros (ES). Identificar os motivos para terem iniciado a prática da Orientação.


Palabras clave


perfil motivacional; Orientação

Texto completo:

PDF


 

E-Balonmano.com: Revista de Ciencias del Deporte

Mail: ebm.recide@gmail.com

ISSN: 1885-7019 / Periodicidad Cuatrimestral

 

Indexada en:

EMERGING SOURCES CITATION INDEX (WOS), DICE, INRECS, MIAR, RESH,  CIRC, LATINDEX (36 criterios), ISOC, REDALYC, DIALNET, E-REVISTAS, RECOLECTA, DULCINEA,  Index COPERNICUS, DOAJ, GOOGLE ACADÉMICO, FREE MEDICAL JOURNAL, EBSCO: SportDiscus, Academic Journal Database, Fuente Académica Premier, GENAMICS - JournalSeek

Licencia de Creative Commons

Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.